fbpx
Clareamento dental

Tudo sobre o clareamento dental: O que é, história, aplicações, preço, procedimento

Procedimento de clareamento dental

O que é o clareamento dental?

Em uma forma simples de explicar, o clareamento dental é um tratamento seguro e confiável realizado pelo cirurgião-dentista para tornar os dentes mais claros, ou seja, mais brancos.

Está simples definição foi o suficiente para você?
Não! Então vamos contar tudo sobre esse procedimento. Separamos neste artigo as principais dúvidas sobre o clareamento dental. Aqui você vai encontrar:

Como fazer clareamento dental?

Antes de começar qualquer tipo de clareamento, é preciso fazer uma avaliação com o cirurgião-dentista para que sejam tratadas possíveis cáries ou gengivites. É preciso que a boca esteja completamente saudável em perfeita condição de saúde bucal. O cirurgião-dentista vai avaliar e medir a cor inicial e indicar qual o tipo de clareamento, quantas sessões são indicadas e qual a concentração do gel recomendado. Restaurações não podem ser clareadas, portanto se houver indicação de troca por uma resina mais clara, isso deverá ser feito após o término do clareamento dental. O processo consiste na aplicação de substâncias clareadoras em gel na superfície vestibular (ou seja, de fora) dos dentes, que além de remover machas causadas por alimentos escuros, também agem na matiz do dente, que dá cor aos dentes alterando o tom de forma duradoura e eficiente. Feito à base de peróxido de hidrogênio, o gel usado no tratamento é capaz de quebrar moléculas pigmentadas, dissociando-as em partículas menores, deixando assim os dentes mais claros.

Como é feito o clareamento dental?

O clareamento dental pode ser realizado basicamente de três maneiras:
Sessões em consultório odontológico, em tratamento caseiro ou conciliando as duas técnicas quando indicado.
Todos os tipos de clareamento dental utilizam um gel para clarear os dentes, o que varia é a substância e a concentração dela, que quanto maior a concentração do gel, mais rápido pode ser o resultado final. Concentrações elevadas só podem ser feitas em consultório odontológico.

Clareamento dental em consultório odontológico

O gel clareador em concentrações mais elevadas (acima de 25%) pode queimar a mucosa, portanto necessita supervisão do cirurgião-dentista. É colocada uma barreira gengival para proteger e evitar que o gel escorra por ela e a queime. Em seguida é aplicado o gel na face de fora dos dentes e este gel é ativado por uma fonte de luz (led, laser ou luz ultravioleta). Normalmente são indicadas 3 sessões que duram em torno de 30 minutos.

Quanto tempo dura um clareamento dental?

O efeito do clareamento dental pode permanecer por 1 a 3 anos, dependendo dos cuidados e da alimentação do paciente. Anualmente pode ser indicado um tratamento de retoque.

Leia também: TUDO SOBRE LENTES DE CONTATO DENTAL: O QUE SÃO, HISTÓRIA, APLICAÇÕES, PREÇO, PROCEDIMENTO

Sobre o clareamento dental caseiro

Este tipo de clareamento é realizado pelo próprio paciente em sua casa. É realizada uma moldagem inicial das arcadas superior e inferior no consultório odontológico e o cirurgião-dentista entrega um kit e ensina o paciente como fazer corretamente. O kit consiste em moldeiras individuais e seringas com gel clareador normalmente em concentrações mais baixas que será aplicado na parte interna das moldeiras. É recomendado uso diário (mais ou menos de 2 a 4 horas por dia) ou intercalado dia sim outro não dependendo do grau de sensibilidade individual de cada paciente. O período do tratamento varia de acordo com a necessidade do paciente, porém os resultados já são perceptíveis nos primeiros dias. É muito importante ressaltar que esta opção de tratamento deve sempre ter a supervisão do dentista. Casos em que o paciente apresente muita sensibilidade e retrações gengivais ele está contraindicado.

Quanto custa um clareamento dental?

O tratamento de clareamento dental a laser custa em média R$1.500,00 à R$2.000,00 sendo 3 sessões indicadas no valor de R$500,00 à R$700,00 cada uma. Já o kit de clareamento caseiro custa em média R$1.000,00.

Qual o melhor tipo de clareamento dental?

Não existe um melhor tipo de clareamento dental e sim o mais indicado para cada caso, de acordo com a expectativa e necessidade do paciente. Para pacientes que querem realmente clarear o máximo possível, o ideal, quando indicado, é conciliar as duas técnicas: fazer 3 sessões de clareamento em consultório e finalizar com 2 a 3 seringas de clareamento caseiro.

Por que fazer um clareamento dental?

É importante entender que o escurecimento dos dentes está geralmente associado ao processo de envelhecimento natural do dente e a fatores externos correlacionados à pigmentação dos alimentos. Se não podemos fazer nada sobre a ação natural do tempo, quanto à alimentação sim. Alimentos mais pigmentados como chocolate, café, chá, vinho tinto, açaí e refrigerantes fazer parte dos nossos hábitos alimentares, sendo assim o clareamento dental acaba sendo indicado para remoção de machas. Não dá para negar: ter dentes brancos e livres de manchas é o desejo de todos, né?

Como prolongar meu clareamento dental?

Para prolongar o efeito do clareamento dental, deve-se manter uma higienização adequada com o uso regular de fio dental, seguido de uma cuidadosa escovação, além de evitar o consumo de alimentos muito corantes. Quando consumir líquidos escuros dar preferência ao uso de canudos e logo em seguida escovar os dentes ou fazer bochecho com água mesmo.

Leia também: Tudo sobre harmonização facial

 

Para quem o clareamento dental é indicado?

Não existem muitos requisitos quando se trata de clareamento dental. O que mais conta é o desejo do paciente. Por isso que precisa do acompanhamento de um profissional para a correta indicação da frequência e quantidade de gel clareador a ser utilizada, mas existem contraindicações como: pacientes no 1° e no 3° trimestre da gravidez, pacientes com muita sensibilidade dentária e pacientes com retrações gengivais.

Leia também: LENTES DE CONTATO DENTAL: É POSSÍVEL REPARÁ-LAS OU REMOVÊ-LAS DEPOIS DE APLICADAS?

Cuidados necessários após o clareamento dental

Descubra algumas práticas que você pode aderir após o clareamento dental para garantir seus dentes branquinhos por mais tempo:

• Uso de canudos podem servir como bons aliados para o consumo de bebidas corantes;
• Evite uso de tabacos;
• Faça uma correta higienização bucal, com uso de fio dental e escovação 30 minutos após as refeições;
• Utilize enxaguantes bucais apenas 1x ao dia, preferencialmente à noite e sem álcool em sua composição, evitar enxaguantes coloridos;
• Visite o dentista regularmente para limpeza e manutenção do seu clareamento;
• Entre 24 e 48 horas evite alimentos muito corantes.

Leia também: SAIBA TUDO SOBRE A BICHETOMIA

Cuidados para evitar sensibilidade após o clareamento dental

• Diminuir consumo de alimentos e bebidas muito frios ou muito quentes;
• Para pacientes que apresentam histórico de sensibilidade, os géis com concentração mais baixas são mais indicados, isso não significa que não vai clarear, somente o clareamento vai ser mais gradual e ocorrerá num período de dias maior.
• Uso de pastas dessensibilizantes que possuem partículas que agem fechando os túbulos dentinários.

Com que idade o clareamento dental é recomendado?

O clareamento dental é recomendado a partir dos 13 anos ou quando todos os dentes permanentes já estiverem em boca, ou seja, é contraindicado em crianças que estejam na fase de troca de dentição e ainda tenham dente de leite. Ideal mesmo que seja feito em maiores de 18 anos, por uma questão fisiológica: esmalte esteja total maturado.

Como funciona o clareamento dental?

A busca por procedimentos estéticos só cresce. Muita gente tem vontade de deixar os dentes mais branquinhos, mas é muito importante entender como o procedimento de clareamento dental funciona na prática.
O oxigênio que é o principal componente dos agentes clareadores, intervém quimicamente na estrutura do esmalte dentário, tornando-o mais claro. Existem diferentes concentrações de géis que são indicados de acordo com a necessidade de cada paciente. Já existem atualmente géis com agentes dessensibilizantes em suas formulações.

Riscos do clareamento dental

Os principais riscos são uma sensibilidade dentária aumentada temporariamente e queimaduras químicas na gengiva, língua, lábios ou bochechas, devido contato incorreto com o produto.

Leia também: LENTES DE CONTATO DENTAL: ENTENDA COMO FUNCIONAM, COMO SÃO FEITAS E APLICADAS.

Cuidados com receitas caseiras que prometem clarear os dentes

Existem diversas receitas caseiras que prometem clarear os dentes, mas cuidado, além de não funcionarem, essas receitas podem prejudicar o esmalte dos dentes de uma forma irreversível.

Fotos de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Procedimento de clareamento dental

Venha realizar uma consulta/avaliação conosco, contamos com duas excelentes profissionais a Dra. Luciana Malta e a Dra. Marina Monazzi, Mestre e Doutora em Reabilitação Oral na USP.

TELEFONES:

11 4323-2001
11 93339-9169
11 97192-3246

ENDEREÇO:

R. Iguatemi, 192
Cj 13 – 1º Andar – Itaim Bibi
São Paulo – SP

Copyright © 2020 - ELEVARE Odontologia Estética